Como passar o Natal com a Família Tradicional Brasileira (se você não faz parte dela)

Natal. Época feliz do ano onde você lembra que cresceu e já não ganha mais presentes, enche o bucho com Salpicão, Tender, Peru (entenda como quiser), mas também tem aturar piadinhas, aguentar os primos pentelhos correndo pela casa e ser o alvo de todas as conversas da mesa porque você carrega com orgulho o título de ovelha negra da família. Não tenha medo e nem se aperreie, eu vou te salvar. Basta seguir esse pequeno manual que você se livrará desse percalço.

1 – Look do dia – Esqueça seus looks alternas com calça rasgada e camisa do Ramones com a manga cortada. Você tem que ser uma lady/lorde na hora da ceia pra não chocar a família. Roupas compostas, de preferência como se você fosse pra uma entrevista de emprego.


~Fica a dica pro look~

2 – Comportamento – Isso complementa o look. Nada de chegar falando miga, viado, mona, novinha, mandando segurar a marimba e essas gírias todas. Também não precisa chegar divando like B-On-C pra não causar espanto na família.

tumblr_n7otooOrVL1qiohboo4_r1_500Guarde a diva que existe dentro de você pros finais de semana no Arsenal.

3 – E as namoradinhas? – … ~Pausa dramática~
tumblr_lk5swbhoGU1qj17kmo1_250
Agora você conta com seu jogo de cintura para se safar dessas. Esqueça tudo o que você faz na Praça do Arsenal, Shopping Boa Vista, Soledade e afins. Pense rápido e diga que não está nessa fase ainda. Prefere se resguardar pra uma pessoa especial CREIA.

4 – Conversas pós-ceia – Depois de algumas bebidas todo mundo começa a soltar opiniões diversas sobre os mais variados assuntos. Pode sair #OcupeEstelita, Eduardo Cunha, Pavê… whatever, você sempre será do contra a opinião da família. Nesse caso faça isso: tome um drink, sorria e acene.
giphy

 

5 – ”fulaninho falou que te viu em tal canto fazendo tal coisa…” – Aquele momento que seu sangue gela e você lembra de tudo de mais horrível que já fez na vida. Quando sentir que um de seus segredos mais profundos está para ser revelado respire fundo e fale que não era você, mude de assunto o mais rápido que conseguir.

São poucas dicas, mas suficiente para mudar o foco das conversas, né? Agora é só se agarrar com a coxa do Peru de Natal e se fazer.

Feliz Natal!

Comments

comments