Como sobreviver no Recife tendo um celular “Do bom”

A gente sabe que a nossa querida e inestimável Veneza Brasilera e maior-tudo-em-linha-reta-do-mundo sofre, como toda metrópole deste país, com um probleminha chatinho: O ALTO ÍNDICE DE ROUBOS, ASSALTOS, FURTOS E A PORCARIA TODA.

Maaaas, nem por isso tu vai deixar de bolar por aí com teu Iphone 6S +++++++++++++++++++ e tome plus nisso. . Pensando nesse dilema, elegemos atitudes ninjas que tu pode tomar para fazer ixnépixet e não ser assaltado pelos trombadinhas.

1. Tenha o celular “DO LADRÃO”

nokia 1100

P-E-L-A-M-O-R, não te esquece do celular do ladrão, que é pra não levar cacete dos meliante ou ficar sem o teu. Esse telefone abençoado geralmente aquele seu  antigo pobre e lascado que ainda reserva o antológico jogo da cobrinha e tu usava antes de parcelar o novo em 24098765262672 vezes sem juros.

jogo da cobrinha

Afinal, também temos que pensar não só no nosso sustento, mas também na cola que o maloqueiro precisa cheirar. Questão de prioridades, né querid@?!

2. Compre uma capinha camuflada

28042016234640553989

Se a tentação de bolar na rua for maior que o amor pelo dinheiro, pelo menos investe em uma capinha que “camufle” o celular. (Esperando pela capinha de VEM Estudante, porque Trabalhador já é muita ostentassaum, os caras podem desconfiar).

3. Ande na Conde da Boa Vista como quem corre dos zumbis de The Walking Dead

zumbii

Pf, não vai inventar de ficar desfilando teu celular no meio daquele povo que vende capinha a R$ 10, que quando tu menos esperar os trombadinhas vão tá fazendo corrida de revezamento com teu telefone pela avenida.

4. Não faça ixnépi

Apesar de nóis deste brógui sermos vida loka e arriscarmos nossas vidas e nossos celulares pelo entretenimento de vocês (inclusive tamos no snapchat: hipsterrecifens, sem o “e” mesmo porque faltou espaço), não faça snaps no metrô lotadão sentido GIB, JAB ou CAJ, isso é algo que só deve ser feito em casa, pois tu corre o risco de levarem o precioso quando o metrô parar em Joana Bezerra Station, ou Barro, vai saber.

thats all folks

Então, isso é tudo pessoal! Se vocês tiverem mais dicas, compartilhem conosco nas nossas redes sociais, pois o post é baseado em fatos reais e essa que vos escreve teve o cerular levado em plena Guararapes. Mas vivendo e aprendendo. A lição que fica é: os trombadinhas da Dantas Barreto são mais ninja-inteligentes-do-capiroto que o FBI, logo intoque esse bixo dentro dos peito e seja filiz!

maxresdefault

Por Ingrid Cordeiro

Comments

comments