Eu indico: Bande Dessinée

Fotografia: Louise Vas/Divulgação

Uma banda poliglota. É assim que pode ser definida a Bande Dessinée (que siginifica história em quadrinhos, em francês). A banda, genuinamente pernambucana, tem músicas em português, italiano e francês, é claro.

Em entrevista ao jornal “O Globo”, Felipe Barros, o guitarrista e também vocalista da banda, explica de onde vem a inspiração musical do grupo: “Os artistas que mais nos influenciaram foi a France Gall, o Serge Gainsbourg, a Brigitte Bardot e a cantora italiana Mina. Mas, na verdade, o que mais nos chamou a atenção foi a diversidade de gêneros desses artistas e de idiomas presentes no trabalho deles”.

Apesar de todas essas influências vindas de fora, a Bande Dessinée tem um sotaque e um ritmo bem próprio da cena musical pernambucana. A banda tem como vocalista Clarice Mendes, na bateria Thiago Suruagy, no contrabaixo Miguel Mendes, no trompete Marcio Oliveira, na guitarra Filipe Barros e Ed Staudinger no teclado. O último álbum é intitulado: Sinée Qua Non, tem 12 faixas e um single bem característico: Perdizes.

Há um doc no Youtube que explica bem como é a banda, as influências e o processo de criação, confere aí:

Clipe da música Perdizes:

 

Comments

comments